Weby shortcut
Youtube

Juliana Simião Ferreira

Avaliação do impacto do represamento do ribeirão João Leite (Goiás) na entomofauna aquática e sua montante

Juliana Simião Ferreira

Resumo:
O represamento de ambientes lóticos para formação de lagos tem aumentado devido à demanda do crescimento populacional e o desenvolvimento econômico. A construção de reservatórios pode causar impactos ambientais drásticos, como influência na estrutura e no funcionamento das comunidades aquáticas. Estas alterações no sistema aquático também causam fragmentação de habitats com conseqüente perda da integridade biológica e rearranjo das comunidades, de forma que elas apresentam novas características, como proliferação excessiva de algumas espécies e redução ou até extinção local de outras. Desta forma, estudos da diversidade biológica e de habitats podem ser utilizadas como medidas de alterações ambientais em programas de avaliação da qualidade de água e monitoramento ambiental. Desta forma, o trabalho visa avaliar o impacto do represamento do Ribeirão João Leite nas comunidades de insetos bentônicos a montante da barragem, comparando as condições nas fases pré e pós-represamento. Para isso, serão definidos 20 pontos de amostragem das variáveis bióticas (entomofauna bentônica) e abióticas. Para caracterização físico-quimica será utilizado um aparelho multiamostrador Water Check U-22 (marca Horiba), que é utilizado para a amostragem dos parâmetros, pH, condutividade elétrica, concentração de oxigênio dissolvido, sólidos totais dissolvidos e temperatura da água. O material biológico será coletado de acordo com as características das estações de amostragem. Em trechos de pequenas corredeiras, com baixa profundidade, a coleta dos insetos aquáticos será feita com auxílio de um amostrador tipo Surber com malha de aproximadamente 0,225 mm, em uma área de 1m2. Em trechos mais profundos do Ribeirão e depois do represamento a amostragem de insetos aquática será realizada com Draga Peterson. Para o estabelecimento das relações entre os dados bióticos e abióticos, será utilizada uma análise de ordenação (Análise de Componentes Principais, PCA), que permitirá uma classificação das comunidades em relação aos gradientes ambientais, para cada ponto de amostragem antes e depois do represamento. Desta forma, este trabalho poderá permitir uma maior compreensão do comportamento ecológico das comunidades de insetos aquáticos no referido sistema, mediante alterações ambientais (represamento).

<       Voltar       Proximo>>