Weby shortcut
Youtube

Fernanda Melo Carneiro

Concordância dos grupos taxonômicos e funcionais da comunidade fitoplanctônica do Ribeirão João Leite (Goiás)

Fernanda Melo Carneiro

Resumo:
A concordância verifica a resposta de diferentes grupos aos gradientes ambientais. Ela é basicamente entendida quando se observam respostas similares porem independentes dos vários grupos à maioria dos gradientes ambientais. Assim estudos de concordância podem ser utilizados para avaliações biológicas e enquadramento de diferentes grupos em um único. A concordância será quantificada entre os grupos funcionais e taxonômicos da comunidade fitoplanctônica do Ribeirão João Leite (Goiás). Este trabalho tem como objetivo principal verificar se estes grupos respondem similarmente ou não aos gradientes longitudinais e temporais do referido sistema lótico, de maneira que se a concordância for encontrada poderá ser realizada uma predição do comportamento de alguns organismos em função da avaliação de outros de mais fácil identificação. Assim serão utilizados dados mensais de análises físico-químicas e quantitativas do fitoplanctôn, de amostras coletadas durante o período de dezembro de 2003 a dezembro de 2005, em oito pontos amostrais. As algas serão classificadas taxonômicamente pelas divisões definidas por Van-de-Hoek et al. (1995) e enquadradas nos trinta e um grupos funcionais de Reynolds. Uma classificação taxonômica tal como a que será usada inclui trinta classes e é considerado um sistema bastante filogenético. Já os grupos funcionais, têm como base características morfológicas e ecológicas das algas fitoplanctônicas. Para a análise de dados serão utilizadas análise de coordenada principal e o PROTEST.

<       Voltar       Proximo>>